LISTA: confira as cenas de sexo mais polêmicas do cinema

Vamos lá, seus safadinhos. Todo mundo sabe que sexo e cinema sempre andaram juntos, não é mesmo? Aliás, sexo sempre está junto de praticamente tudo! Principalmente da arte, já que, desde sempre, tudo é usado como desculpa para tirar a roupa e botar pra quebrar (é só olhar o cinema/teatro de arte).

Mas, mesmo sendo tão comum, o sexo nas telonas sempre foi – sempre será – motivo de polêmicas e tabus ao redor do mundo. Foi por isso que selecionamos a lista a seguir, com algumas das cenas de filmes que mais geraram controvérsia e até protestos por causa de seu conteúdo picante.

Confira:

O Último Tango em Paris – 1972

Estrelado por Marlon Brando e Maria Schneider, a obra-prima do diretor Bernardo Bertolucci causou furor na época em que foi lançado por causa de seu erotismo. O clássico de 1972 chocou o público ao exibir uma cena de sexo onde um tablete de manteiga era usado como lubrificante.

Kids – 1995

Ao fazer o retrato de uma época, o filme ousa ao misturar assuntos como adolescência, sexo e drogas. Logo no início do filme, dois jovens menores de idade protagonizam uma cena picante que gerou polêmica e protestos em vários países.

A Última Tentação de Cristo – 1988

O filme causou polêmica ao mostrar o personagem de Jesus em momentos íntimos com Maria Madalena. Na época, a Igreja Católica condenou o longa-metragem e vários fiéis protestaram contra a exibição da obra. A sequência, porém, se tratava de uma espécie de visão de Cristo. Pra mim, o filme choca mais ao exibir a cara de Willem Dafoe… ^^

Império dos Sentidos – 1976

Este filme japonês é um verdadeiro clássico do erotismo no cinema. Censurado no país de origem e rejeitado nos EUA, o longa-metragem só teve reconhecimento após passar pelo Festival de Cannes. Trágico e ousado, a obra traz cenas picantes de sexo, voyeurismo e sadomasoquismo.

Bonitinha, Mas Ordinária – 1963

O cinema nacional também entra para lista com o polêmico filme baseado na superestimada obra literária de Nelson Rodrigues. A famosa e controversa cena que chocou o público traz a personagem vivida pela atriz Lucélia Santos sendo estuprada por cinco homens debaixo de chuva em um terreno baldio.

Azul é a Cor Mais Quente – 2013

Este filme francês saiu como o grande vencedor do Festival de Cannes em 2013. O longa-metragem causou polêmica ao registrar uma cena de sexo quase explícita de praticamente 10 minutos entre duas jovens mulheres. A controvérsia aumentaria quando uma das protagonistas disse ter se sentido humilhada durante as filmagens.

Ninfomaníaca – 2013

Não apenas uma, mas inúmeras cenas ousadas de sexo fizeram com que esse filme causasse muita polêmica ao redor do mundo. Dividido em duas partes, o longa-metragem do diretor Lars Von Trier (“Anticristo” e “Melancolia”) conta a história de uma mulher que relata a um estranho os detalhes de seu vício em sexo.

--------------------
Você sabia que o Cinemagem também está no Instagram, no Facebook e no Twitter? Então não perca tempo e siga a gente por lá.